Buscar

CNT LANÇA GLOSSÁRIO DO TRANSPORTE



Glossário do Transporte: aplicativo facilita consulta sobre termos técnicos do setor Ferramenta foi desenvolvida pela Confederação Nacional do Transporte e está disponível na Google Play e na Apple Store.

Por Agência CNT de Notícias

Já está disponível o aplicativo Glossário CNT do Transporte, ferramenta na qual o usuário pode consultar as principais definições de termos relacionados a todas as modalidades de transporte. Tudo de forma dinâmica e de fácil entendimento.


O aplicativo foi desenvolvido pela Confederação Nacional do Transporte, referência em informação especializada para o setor, e está disponível em versões para Android (na Play Store) e iOS (na Apple Store).


“O setor transportador tem muitas especificidades. Por isso, possui termos técnicos e expressões cujos significados são, muitas vezes, desconhecidos. O aplicativo vai facilitar o acesso às definições e o usuário poderá ter a certeza de que a informação está correta, uma vez que o glossário teve como fonte documentos técnicos e legais”, explica o presidente da CNT, Vander Costa.


O glossário conta também com definições de termos em outros idiomas além do português.

Atualmente, são cerca de 700 palavras ou expressões disponíveis para consulta. Mas a base de dados crescerá, pois sempre que o usuário fizer uma consulta e não encontrar a definição, poderá sugerir sua inclusão.


Clique aqui para acessar a Google Play e fazer download do Glossário CNT do Transporte.

Clique aqui acessar a Apple Store e fazer download do Glossário CNT do Transporte.

Ou faça a busca por Glossário CNT do Transporte nas lojas virtuais. O aplicativo é gratuito.

Veja exemplos de termos que, no transporte, têm um significado diferente do conhecido na linguagem popular:


A ré: expressão usada para definir toda e qualquer coisa que se situe na região de popa da embarcação.


Biruta: indicador visual de condições do vento de superfície. É utilizado como auxílio visual, aos pilotos de aeronaves, para pousos e decolagens. É constituído de cone de vento, cesta, mastro de sustentação e, eventualmente, de dispositivo de iluminação.


Boleto: parte superior do trilho, sobre a qual deslizam as rodas dos veículos.

Contorno: trecho de uma via destinada à circulação de veículos na periferia das áreas urbanas, de modo a evitar ou minimizar o tráfego no seu interior, sem circundar completamente a localidade.


Dormente: peça de madeira, concreto, plástico ou aço onde os trilhos são apoiados e fixados.

Espia: cabo que amarra um navio a um cais ou a outro navio. Deve ser leve, flexível e resistente à tensão. Pode ser feito de aço, nylon, fibras ou mistos.


Fadiga: condição que os materiais apresentam de tendência à ruptura, na qual o efeito repetido de carga ou de vibrações provoca uma redução na capacidade resistente.

Ilha: dispositivo permanente de segurança e canalização, constituído por área restrita, entre faixas de trânsito, e destinado a controlar o movimento de veículos ou ser refúgio de pedestres.


Obra de arte: designação tradicional de estruturas necessárias à implantação de uma via. Podem ser, por exemplo, bueiro, pontilhão, muro ou estruturas de maior proporção que possuem características peculiares, como pontes, viadutos e túneis.


Fonte: SETCEMG

Endereço: Av. Getúlio Vargas 1715 -

Centro, Uberlândia - MG

 (34) 3214-0566

Horário de Funcionamento: 

8h às 12h e 14h às 17h

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

2018. SETTRIM. Todos os direitos reservados.