Buscar

Como manter a eficiência do sistema de suspensão



Os amortecedores do caminhão desempenham importante pa­­pel no quesito segurança, pois são responsáveis por conter os movimentos da mola e manter o contato do pneu com o solo.


Por isso, fundamental estarem em boas condições. Para isso é fundamental evitar excesso de carga, passar sobre lombadas ou buracos em alta velocidade, fazer o alinhamento da direção periodicamente e revisar outros itens do sistema de suspensão, tais como molas, batentes, coxins e bandejas, que absorvem os fortes impactos de pisos irregulares.


Portanto, na hora de realizar a manutenção do caminhão, o motorista só ganha se redobrar a atenção sobre esses componentes. “Os amortecedores, assim como os demais itens da suspensão, com o tempo podem ser danificados pelo tráfego em ruas esburacadas, passar sobre valetas em alta velocidade ou por não respeitar o limite de carga do veículo, bem como podem sofrer desgaste natural”, comentou ogerente de qualidade e serviços da Nakata, Jair Silva.


Outros fatores que podem afetar as peças do sistema são a falta de alinhamento da direção e balanceamento das rodas. Além disso, molas “cansadas” ou quebradas, buchas, batentes ou coxins danificados também podem comprometer os amortecedores e outros componentes do caminhão.


Caso o motorista não realize a manutenção necessária dos amortecedores, os principais problemas que poderão ser enfrentados são a perda de estabilidade, aumento do consumo de combustível, desgaste irregular dos pneus e diminuição da eficiência dos freios. “Nesse último caso, ocorre a perda da estabilidade e aumento da distância de frenagem. Em resumo, o caminhão deixa de ter o desempenho esperado em relação à segurança”, acrescentou Silva.


A recomendação do especialista para não ser pego de surpresa na estrada e atrasar a viagem é estar sempre alerta aos principais sinais de desgaste dos amortecedores. Alguns sinais que podem ser percebidos estão no vazamento de óleo, ruídos na suspensão, balanço excessivo após as freadas e arrancadas, perda da constância em curvas e redução do contato entre o pneu e solo e do controle da suspensão.


Ainda de acordo com Jair Silva, é recomendado fazer revisão no sistema de suspensão a cada 10.000 km. Porém, alerta, esse intervalo pode variar dependendo da aplicação. “No caso dos veículos fora de estrada, os intervalos são menores”, finalizou.


Fonte: O Carreteiro

Endereço: Av. Getúlio Vargas 1715 - Centro, Uberlândia - MG

Telefone: (34) 3214-0566

Horário de Funcionamento: 8h às 12h e 14h às 17h

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

2018. SETTRIM. Todos os direitos reservados. 

Site desernvolvido por

Logo branca.png