Buscar

Conet&Intersindical discutiu resultados do primeiro semestre de 2021





Em formato híbrido (presencial e online), ainda por conta das restrições causadas pela covid-19, empresários, representantes de entidades e profissionais do transporte rodoviário de cargas se reuniram, no dia 05 de agosto, para discutir assuntos que impactam o dia a dia das transportadoras e, consequentemente, a economia do país. Na ocasião, foram disponibilizados dados do setor, com base no primeiro semestre de 2021.


Este ano, o Conet&Intersindical foi realizado no auditório do Edifício SetraBH Sintram, em Belo Horizonte (MG). No início da manhã, o presidente da NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), Francisco Pelucio, abriu os trabalhos do Comitê de Comunicação da entidade, composto por representantes de sindicatos, federações e associações do transporte rodoviário de cargas.


Em sua fala, Pelucio ressaltou a necessidade das reformas para o desenvolvimento do Brasil. “O setor de transportes foi um dos mais afetados pela pandemia e o que mais trabalhou para conter a inflação e o aumento do desemprego. Acreditamos na importância das reformas, principalmente a tributária, para a melhora da economia, contudo, manifestamos a nossa opinião contra o excesso de cobranças nas propostas atuais”.


Compondo a mesa de apresentação estavam Vander Costa, presidente da CNT; Gladstone Loubato, presidente do Setcemg (Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística de Minas Gerais); Sérgio Pedrosa, presidente da Fetcemg (Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais); Eduardo Rebuzzi, vice-presidente da NTC; Agostinho Patrus, presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e Lucas Gonzalez, deputado federal pelo estado de Minas Gerais, que falaram sobre a importância do evento durante todos esses anos de atuação e da relevância do setor de transportes para o desenvolvimento da economia brasileira.


Em videochamada, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, reconheceu a atuação do setor de logística para o andamento da economia na pandemia. “Enfatizo a importância de nos unirmos em torno da democracia e não nos esquecermos do desenvolvimento sustentável e da redução dos impactos ambientais. Gostaria de aproveitar o momento para convidar os empresários dos transportadores a frequentarem e participarem das discussões no Senado com o intuito de desenvolvermos ainda mais a relação com os membros desse setor tão essencial para a economia brasileira”, conclamou.


Iniciando as apresentações de conteúdo do Conet Belo Horizonte, o assessor técnico da entidade, Lauro Valdivia, apresentou o panorama completo dos resultados, com as informações sobre defasagem do frete, custos do transportador rodoviário de cargas e seus impactos, detalhando informações relevantes para os empresários com uma análise do comportamento do setor no primeiro semestre de 2021.


Fonte: CNT