Buscar

Gasolina adulterada: veja 5 sinais para identificar esse problema

É importante saber reconhecer os indícios dados pelo veículo para evitar transtornos e prejuízo


Abastecer o carro pode ser uma tarefa simples para os consumidores, mas, se ela não for feita com um combustível de qualidade, eventuais problemas podem vir à tona. Isso acontece porque a venda de etanol e gasolina adulterados tem se tornado uma prática cada vez mais corriqueira nos dias de hoje, principalmente depois dos sucessivos aumentos no valor do produto nos postos.


Dessa forma, é importante saber reconhecer os indícios que o carro dá quando é abastecido com gasolina adulterada (ou etanol) para que, assim, seja possível solucionar o problema.


Como saber se a gasolina está adulterada?

A principal dica é abastecer o veículo, sempre, em postos de confiança. Além disso, é válido desconfiar quando o combustível está com um preço muito abaixo do normal.


No entanto, mesmo seguindo esses conselhos, não é 100% garantido que o consumidor esteja livre dos riscos. Por isso, separamos, abaixo, cinco sinais que podem te ajudar a identificar se o combustível do seu carro foi modificado; confira!


1. Consumo elevado

O seu tanque está ficando vazio mais rápido que o normal, enquanto os seus gastos com combustível só aumentam? Se a resposta for sim, provavelmente, estão te vendendo gasolina adulterada nos postos!


O uso de combustível de má qualidade pode fazer com que o veículo consuma até 30% a mais do que o normal.


2. Barulho no motor

Quando o combustível é puro, o motor tem a sua melhor performance, trabalhando sem produzir ruídos incomuns.


Portanto, caso abastecido com etanol ou gasolina adulterada, o propulsor pode ficar barulhento. Fique atento a isso!


3. Falha na partida e perda de potência

O uso de gasolina adulterada pode trazer riscos à bomba de combustível do automóvel, fazendo com que o carro falhe ao tentar dar partida.


Além disso, durante a direção, o condutor pode sentir que o veículo está mais fraco que o normal devido ao problema na bomba.


4. Luz da injeção eletrônica acesa

Preste atenção às luzes do painel do seu veículo! No caso do uso de combustível modificado, veículos com injeção eletrônica podem acender a luz de advertência (a famosa luz da injeção) como forma de alertar o condutor de que algo está errado.


Isso acontece porque uma das peças afetadas pelas impurezas da gasolina é a sonda lambda, responsável por enviar um sinal elétrico à injeção eletrônica do automóvel para indicar a presença de oxigênio nos gases de escape e, assim, controlar a quantidade de combustível a ser enviado para o motor.


5. Indicador do combustível oscilando ou sem funcionar

Outro sinal de que o seu veículo pode estar sendo abastecido com gasolina adulterada tem relação com o indicador do combustível.


Caso o combustível contenha impurezas, estas irão oxidar a boia do tanque que, então, não conseguirá identificar a quantidade certa de gasolina ou etanol no veículo. Com isso, o indicador não funcionará.


Fonte: Vrum