Buscar

Governo de Minas faz investimento de quase R$ 100 milhões na área da Saúde no Triângulo Mineiro

Valor será aplicado em cuidados primários, cirurgias eletivas, compra de equipamentos hospitalares e veículos de transporte de pacientes, leitos e UBS


Dirceu Aurélio / Imprensa MG

O Governo de Minas vai investir R$ 96,8 milhões para melhorias e ampliação do acesso aos serviços de saúde prestados à população do Triângulo Mineiro. O anúncio foi feito pelo governador Romeu Zema, na quinta-feira (17/2), durante evento realizado na cidade de Uberaba, que contou com a presença de prefeitos, vereadores e autoridades da região.


O valor será aplicado no fortalecimento dos cuidados primários, realização de cirurgias eletivas, compra de equipamentos hospitalares e veículos para transporte de pacientes, abertura de leitos e obras em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) na região, entre outros programas da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).


O governador Romeu Zema explicou que o objetivo é melhorar o atendimento ao cidadão na região. "Vale ressaltar que esses recursos já estão sendo aplicados. Em 2021, Uberaba recebeu R$ 68 milhões para a Saúde. Isso motra como avançamos aqui com investimentos nesta área. O número de UTIs na cidade aumentou em 27 unidades, e hoje estão disponíveis para atender quem precisa. Além disso, os hospitais do município, por meio do Valora Minas, tiveram aumento de 140% nos valores repassados. Em 2020, Uberaba recebeu R$ 7 milhões e, ano passado, foram 17,1 milhões", destacou o governador.


Zema ainda agradeceu aos servidores da Saúde e destacou o esforço do Estado para melhorar o serviço prestado.


“Para mim, é uma felicidade enorme participar deste grande passo que estamos dando em Minas Gerais. O que está sendo feito aqui em Uberaba e região, se reflete também em outras cidades e regiões de Minas. Em 2021, o Estado cumpriu com o gasto em Saúde que a constituição determina. Um esforço enorme do governo, mas que fortalece o atendimento à população. Nossa gestão fez algo que somente bons profissionais conseguem fazer. Por isso, fica aqui minha gratidão aos envolvidos na Saúde, desde o secretário até médicos e enfermeiros etc.", ressaltou.


Investimento

Mais da metade do recurso, cerca de R$ 54 milhões, será destinado ao fortalecimento dos cuidados primários, como o atendimento de consultas médicas e odontológicas, de enfermagem, vacinas e saúde da família. Em 2021, foram empregados R$ 857 milhões na Atenção Primária à Saúde (APS) em todo o estado. Esse é o maior valor já aplicado na área na história do Estado e supera os investimentos acumulados nos últimos quatro anos. O serviço é fundamental para a prevenção de doenças e ajuda a reduzir a demanda de casos mais complexos, que pressionam o sistema de saúde.


Para atender a demanda de cirurgias eletivas que ficou acumulada durante a pandemia, o Triângulo Mineiro receberá também R$ 11,5 milhões, por meio do Programa Opera Minas, que é mais uma ação da Política de Atenção Hospitalar, dentro do Valora Minas. Cerca de 50 hospitais da região serão contemplados.


Outros R$ 11,4 milhões foram destinados para a compra de veículos de transporte sanitário eletivo, que serão entregues em 40 municípios. Dessa forma, as pessoas que precisam se deslocar para fazer exames ou consultas especializadas fora de seu domicílio poderão viajar com mais segurança e conforto.


Foram empenhados ainda R$ 10,7 milhões para que sete hospitais possam adquirir novos tomógrafos e modernizar os equipamentos existentes. Sete municípios também receberão repasse de R$ 3 milhões para ampliação da Atenção Especializada em Doença Renal Crônica, beneficiando os pacientes que precisam de hemodiálise.


O governo ainda destinou R$ 1,2 milhão para obras em Unidades Básicas de Saúde (UBS) em Patrocínio e Santa Vitória e outros R$ 5 milhões como incentivo para leitos adicionais para pacientes com covid.


Valora Minas

Além desses investimentos, o Triângulo Mineiro teve um acréscimo de R$ 39,2 milhões nos recursos do financiamento hospitalar, o que representa aumento de 77% se comparado a 2020. Dessa forma, a região receberá R$ 89,6 milhões.


Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), o Valora Minas representa a reestruturação da antiga Política de Atenção Hospitalar do Estado, vigente desde 2003. A nova proposta leva em consideração as necessidades da população, corrigindo diferenças na aplicação de recursos entre as regiões.


O objetivo é ampliar o acesso e melhorar a qualidade do atendimento prestado à população, além de aumentar a oferta de leitos e serviços, principalmente nas especialidades de média complexidade.


Uberaba

Em Uberaba, local visitado pelo governador nesta quinta-feira, o Governo de Minas irá investir R$ 13,2 milhões no sistema de saúde. Somente para as ações de Atenção Primária à Saúde serão pagos R$ 4,8 milhões.


Dentro do programa Opera Mais, Minas Gerais, o município receberá R$ 3,7 milhões para procedimentos cirúrgicos eletivos e redução de fila, sendo que R$ 1,2 milhão já foi transferido. Outros R$ 3 milhões foram destinados para a aquisição de dois tomógrafos, atendendo o Hospital Universitário Mário Palmério e o Hospital de Clinicas da UFTM.


Além disso, Uberaba receberá R$ 515 mil para ampliação nos tratamentos de hemodiálise e R$ 285 mil para aquisição de um veículo de transporte sanitário eletivo.


Por meio do Valora Minas, o governo repassou a Uberaba, em 2021, mais de R$ 17 milhões, divididos em cinco hospitais. Esse número é 140% maior que o valor pago em 2020. Ao todo, o município recebeu mais de R$ 68 milhões, o que supera a soma dos investimentos dos três anos anteriores.


Fonte: Agência Minas