Buscar

MCTI participa de fórum sobre inovação e conectividade nas rodovias brasileiras

O ministro astronauta Marcos Pontes destacou tecnologias em áreas como materiais avançados, propulsão e sistemas embarcados que podem contribuir no desenvolvimento do setor


O desenvolvimento econômico de uma nação passa dentre outros fatores, por investimentos em setores estratégicos como logística e transportes. Pensando nisso e para fomentar a discussão e a troca de conhecimentos sobre ferramentas e tendências inovadoras e tecnológicas aplicáveis ao setor transportador o Instituto de Transporte e Logística (ITL) realizou nesta quarta-feira (9) o “1º Fórum ITL de Inovação do Transporte – Novas Tecnologias e Conectividade nas rodovias brasileiras”. Realizado em parceria com a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e o SEST SENAT, o evento teve a intenção de ser um espaço de debates e de geração de conhecimento sobre temas relevantes para o setor. Participaram da mesa de abertura o presidente da CNT, Vander Costa, o ministro do MCTI, astronauta Marcos Pontes, o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio e o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra.


O evento debateu tecnologias que podem auxiliar empresas, governos e a sociedade na construção de caminhos para a implantação de rodovias inteligentes no Brasil. Também foram debatidos temas como a modernização das rodovias a serviço do setor de transporte; estrutura regulatória para adoção de novas tecnologias no setor de transporte; inovações nas rodovias brasileiras – O sistema de livre passagem (free flow) e a segurança nas rodovias; conectividade nas rodovias e o desenvolvimento humano e social.


Segundo o presidente da CNT, Vander Costa, o setor de transportes (rodoviário, aquaviário e aeronáutico) emprega 2,3 milhões de pessoas no país e tem sido um importante aliado do governo federal na retomada econômica do país, nos últimos anos. “Trabalhamos sempre para promover o desenvolvimento do setor de transportes com novas tecnologias e novas alternativas. Queremos debater também alternativas para melhorar a segurança nas rodovias. Sabemos que o roubo de cargas acontece na maioria dos casos em locais em que não há sinal de celular. Esse é um dos motivos porque a conectividade das rodovias é tão importante”, declarou Costa que também citou uma oportunidade de mercado nas rodovias.


“Assim como já acontece nas viagens de avião temos expectativa com o leilão do 5G que as rodovias possam oferecer o serviço de internet. Acredito que isso irá contribuir para baratear os custos das rodovias”, afirmou.


Durante sua apresentação o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, citou três áreas na qual a pasta investe em pesquisas que podem contribuir com o desenvolvimento de veículos e do setor de transportes em geral. Materiais avançados - grafeno e nióbio – propulsão por meio de energias renováveis e sistemas embarcados. “Já existem diversas tecnologias feitas com grafeno e nióbio que podem contribuir para a diminuição do peso dos automóveis, melhorar a segurança em casos de impactos e na frenagem dos veículos. Também existem projetos avançados de superbaterias para automóveis com o carregamento rápido com a descarta lenta” enumerou Pontes.


O ministro do MCTI também destacou que a pasta financia pesquisas de óleos para a transição dos combustíveis fósseis para os chamados combustíveis verdes. “Temos pesquisas de propulsão com hidrogênio verde. Também temos pesquisas de propulsão elétrica e biocombustíveis”, exemplificou.


O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio ressaltou a importância da conectividade para o setor de logística. “O setor era situado num ambiente off-line. Agora com a chegada do 5G temos possibilidades reais de conectar tudo para aumentar a eficiência, melhorar a segurança diminuindo custos por meio da conectividade e das inovações”, pontuou.


Presente na mesa de abertura do evento, o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra, lembrou de duas ações do governo federal que estão contribuindo para o desenvolvimento do setor de transportes. “O decreto da Lei das Antenas que aumento o sinal de rádio nas rodovias e contribuiu para a expansão da fibra ótica e recentemente com o Leilão do 5G que prevê a instalação de internet em todas as rodovias do país”, finalizou.


Fonte: GOV