Buscar

Palavra do Presidente



A conversa de hoje trata de um tema que é do interesse especial dos usuários de rodovias, em especial do setor de transporte de cargas. Trata-se do problema das queimadas à beira das estradas que crescem em volume e perigo nessa época do ano.


O mato seco incendiado alastra-se por várias direções tocado pelo vento forte de agosto. É por aí que trafega o perigo! Por mais experiência que tenha, o motorista de cargas, habituado com as surpresas de nossas estradas, deve se precaver redobradamente nessa época.


A imprensa tem mostrado cenas preocupantes de margens de nossas rodovias tomadas pelas chamas, provocando engarrafamentos enormes e perigosos; daí uma observação que fazemos baseada em informações de bombeiros e autoridades afins: é importante que o motorista não queira ultrapassar barreiras de contenção de incêndios ou cortar engarrafamentos por conta de atrasos na entrega de cargas: sua vida é a coisa mais importante nesse momento, não se esquecendo que uma atitude mal pensada pode colocar em risco outros usuários da estrada.


O aconselhável, nesses momentos, é manter a calma e obedecer as regras que são impostas em casos assim. Relembrando, sempre, que a sua vida, a sua família, são as coisas mais importantes a se preservar. Mantenha-se atento!


Fiquem com Deus e até a próxima.


Cleiton César Silva - Presidente